Carlos Benedito – Psoríase

Carlos recebeu o diagnóstico de psoríase há mais de 30 anos e durante todo esse tempo foi medicado com cremes dermatológicos e imunodepressores sem sucesso .

Felizmente ele descobriu o tratamento com a Vitamina D e a dieta sem glúten por meio dos vídeos dos nossos pacientes e nos procurou em Campinas.

Após 4 meses de tratamento ele retornou para a segunda consulta praticamente livre das lesões e dos remédios convencionais que provocavam inúmeros efeitos adversos.

O seu depoimento certamente ajudará muitas outras pessoas que sofrem da mesma patologia.

Ronaldo – Síndrome de Guillain Barré

 

“Da cadeira de rodas para o andador em 5 meses…”

Todas as doenças autoimunes são multicausais, mas, sem dúvida alguma, a mais frequente de todas as causas são as infecções. Somente o Epstein-Barr vírus pode atuar como agente desencadeante de mais de 20 doenças autoimunes.

Recentemente recebemos alguns pacientes que desenvolveram Síndrome de Guillain Barré logo após um quadro confirmado laboratorialmente de Zika vírus.

O Sr. José Augustinho, por exemplo,  que nós compartilhamos há 8 meses , chegou até nós em fase terminal da doença e recuperou-se completamente. Hoje leva uma vida feliz e produtiva.

Se Deus quiser, Ronaldo terá a mesma evolução. Ele estava na cadeira de rodas há 3 anos e em apenas 5 meses já se locomove com andador.

A nossa expectativa é que na próxima consulta ele esteja andando normalmente e então,  faremos um vídeo complementar para mostrar a todos a importância do Protocolo da Vitamina D associado a uma rigorosa  dieta antiinflamatória.

Rosalina – Esclerose Múltipla (parte 2)

Rosalina

Evolução clínica:

Esclerose Múltipla remitente recorrente, 5 anos de tratamento com o Protocolo da Vitamina D e dieta antiinflamatória.

Escala Expandida do Estado de Incapacidade de Kurtzke (EDSS): 0

 

Muitas  vezes os pacientes perguntam sobre a evolução, a longo prazo, do tratamento da esclerose múltipla com o Protocolo da Vitamina D.

O caso da Rosalina é um bom exemplo. Ela nos procurou há 5 anos com a marcha muito prejudicada e com a visão turva.

Com apenas 20 dias de tratamento,  ela recuperou todas as suas funções fisiológicas e não teve mais nenhum problema de saúde, com exceção de um breve episódio em que ela abandonou a vitamina D e a dieta sem glúten e os sintomas voltaram a se manifestar insidiosamente.

Rosalina é mais uma paciente cuja saúde foi restaurada graças ao Protocolo da Vitamina D, seguramente a melhor opção terapêutica para todas as doenças autoimunes.

Ângela e Beatriz – Artrite Reumatoide

A associação da Vitamina D com uma dieta sem glúten foi um milagre na minha vida.

Ângela e a sua sobrinha Beatriz são portadoras da mesma doença: Artrite Reumatoide

Ambas experimentaram o tratamento convencional e em seguida optaram pelo Protocolo da Vitamina D.

Como as melhoras não foram significativas elas potencializaram o Protocolo da Vitamina D, com uma rigorosa dieta antiinflamatória.

Em apenas 4 meses todos os sintomas da doença regrediram e os depoimentos que elas prestaram representa mais uma clara evidência de que a retirada do glúten,  laticínios e açúcar é fundamental para o sucesso terapêutico das doenças autoimunes.