Maria Cleusa – Síndrome de Sjögren, Hashimoto e SII

“Em duas ocasiões eu comi um pouco de glúten

e todos os sintomas voltaram…”

 

A Sra. Maria Creusa nos procurou há 5 meses informando ser portadora de 3 patologias crônicas: Síndrome de Sjögren, Tireoidite de Hashimoto e Síndrome do Intestino Irritável.

Curiosamente, ela já havia percebido uma nítida relação da exacerbação dos sinais e sintomas dessas doenças com a ingestão de glúten e de laticínios.

Na primeira consulta interrompemos os medicamentos convencionais e prescrevemos o Protocolo da Vitamina D associado a uma rigorosa dieta sem glúten.

A paciente retornou para a segunda consulta extremamente feliz pois todos os sintomas que tanto a incomodavam haviam desaparecido: voltou a produzir lágrimas, não apresentou mais dores articulares, a fadiga e as dores intestinais acabaram e o TSH, que estava bastante alto (11,8 mui/ml), normalizou (3,62 mui/ml).

As evidências clínicas são esmagadoras: glúten, laticínios e açúcar são os gatilhos mais comuns patologias autoimunes.

 

 

Flávia – Artrite Reumatoide

“Estou ótima, linda, maravilhosa…”

No início de 2017 Flávia começou a apresentar dores articulares, recebeu o diagnóstico de Artrite Reumatoide e foi medicada com Metotrexato.

Além da artrite reumatoide, Flávia apresentava também frequentes crises de enxaqueca.

Após 8 meses de tratamento, ela não apresentou nenhuma melhora das dores articulares e assistindo aos depoimentos em nosso site ela observou que existia uma nítida relação das dores com a ingestão de glúten.

Em setembro ela nos procurou em Campinas em busca de uma nova terapia. Prescrevemos o Protocolo da Vitamina D associado a uma rigorosa dieta sem glúten e lhe asseguramos que ela iria ficar bem.

Em poucos dias Flávia ficou completamente livre de todos os sintomas da artrite reumatoide e as crises de enxaqueca desapareceram.

Extremamente feliz com o tratamento Flávia enviou-nos um vídeo domiciliar para compartilhar com o maior número possível de pacientes esse revolucionário tratamento para as doenças autoimunes que é o Protocolo da Vitamina D associado a dieta sem glúten.

 

Talitha – Esclerose Múltipla

 

“O esporte é minha vida e graças à vitamina D eu voltei a viver…”

Talitha é uma jovem atleta, campeã em diversas modalidades esportivas.

Há 8 anos, infelizmente, ela tornou-se portadora de esclerose múltipla.

O tratamento convencional com 3 injeções semanais de interferon prejudicou tremendamente o seu desempenho físico e a sua carreira atlética. Ela vivia indisposta, febril e tomando potentes antiinflamatórios para minimizar os efeitos colaterais dos remédios.

Em agosto de 2017, ela decidiu se tratar com o Protocolo da Vitamina D associado a dieta sem glúten.

Em poucas semanas a sua vida mudou radicalmente. Talitha recomeçou a treinar vigorosamente, voltou a competir e ganhar medalhas em natação, corrida, tênis, ciclismo, “stand up” na prancha e remo.

Hoje pratica esportes todos os dias, compete regularmente, trabalha como personal e diz que está atravessando uma das melhores fases da sua vida.

Mais uma vida restaurada graças a esse tratamento revolucionário!

Dr. ALCIDES – DOENÇA DE PAGET

“Eu fiquei sem dores e voltei a operar normalmente. Para mim o resultado foi espetacular…”

 

A Doença de Paget, também chamada de “osteíte deformante” foi descrita no século 19 pelo médico e cientista inglês Dr. James Paget.

Vale lembrar que na mesma época ele descreveu um câncer de mama na pele do mamilo que também recebeu o seu nome: doença de Paget da mama.

A doença de Paget dos ossos é caracterizada pelo aumento da atividade das células responsáveis pela remodelagem óssea (osteoclastos e osteoblastos), formando ossos frágeis e volumosos, com alternância de áreas de esclerose e rarefação óssea.

O crescimento desordenado dos ossos em qualquer parte do corpo pode comprimir e lesar nervos, provocando dores e distúrbios funcionais. Quando os ossos do crânio são acometidos, frequentemente causa cefaleia e surdez por lesão da cóclea ou por obliteração do conduto auditivo.

Não raramente a doença de Paget é diagnosticada por um Raio X de rotina ou por meio de ressonância, tomografia ou cintilografia na investigação de dores ósseas.

O tratamento convencional consiste em analgésicos, antiinflamatórios e bifosfonatos, porém os resultados são decepcionantes.

O Dr. Alcides é o nosso primeiro paciente com doença de Paget. Com o protocolo da Vitamina D e a dieta sem glúten, o alívio dos sintomas e a melhora da capacidade funcional foi muito expressivo e ele autorizou a divulgação do seu depoimento em nosso site com o objetivo exclusivo de ajudar outras pessoas com o mesmo problema.