SERGIO – VITILIGO e HIPERTIREOIDISMO

Sérgio – Vitiligo e Hipertireoidismo

“A retirada do glúten fez toda a diferença no resultado do meu tratamento”

Em 2014 Sergio começou a apresentar manchas brancas na pele do rosto e recebeu o diagnóstico de Vitiligo, uma doença autoimune causada por anticorpos contra os melanócitos, (células da epiderme que produzem melanina).

Durante 3 anos ele submeteu-se a diversos tratamentos convencionais, sem sucesso.

Em janeiro de 2017 Sergio consultou um médico do Protocolo que lhe prescreveu Vitamina D em doses altas por 9 meses, mas não retirou o glúten da sua alimentação.  Com esse tratamento, infelizmente, ele não apresentou nenhuma melhora.

Em setembro de 2017 Sergio nos consultou em Campinas. Além do Vitiligo, constatamos que ele apresentava também sinais e sintomas de hipertireoidismo: calor, taquicardia e tremores finos nas extremidades.

Mantivemos as mesmas doses de Vitamina D que ele estava tomando.

Apenas acrescentamos ao Protocolo uma rigorosa dieta sem glúten e, após 4 meses, Sergio retornou para a segunda consulta com ótimas notícias: o vitiligo estava regredindo, o hipertireoidismo melhorou clínica e  laboratorialmente e o hábito intestinal normalizou.

 

O seu depoimento é mais uma evidência inequívoca da importância da retirada do glúten, dos laticínios e do açúcar no tratamento das doenças imunológicas.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *