MERCEDES – SÍNDROME DE SJÖGREN

“Quando eu comia glúten, acordava na manhã seguinte com os olhos vermelhos, coçando, ardendo e com a boca muito seca.”

Há 8 anos a Sra. Mercedes começou a apresentar dores articulares, glândulas parótidas inflamadas, boca, olhos e genitais secos.

Consultou diversos médicos sem diagnóstico até o ano de 2013, quando procurou o HC de Ribeirão Preto e recebeu o diagnóstico de Síndrome de Sjögren Primária.

Ela foi medicada com corticoide durante 6 meses e, como não obteve melhora dos sintomas, abandonou o tratamento.

Em janeiro de 2017, ela nos procurou em Campinas e iniciamos o tratamento com altas doses de vitamina D e uma dieta sem glúten.

Após 4 meses, todos os sintomas da síndrome de Sjögren desapareceram. No período em que fez a dieta e tomou as vitaminas de acordo com a nossa prescrição ela passou muito bem.

Acreditando estar curada, ela interrompeu o tratamento e, poucas semanas depois todos os seus sintomas voltaram a se manifestar.

O seu depoimento é mais uma clara evidência de que a vitamina D em doses altas associado a uma dieta sem glúten é a melhor opção terapêutica para a Síndrome de Sjögren primária ou secundária.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *