LUÍZA – DERMATITE ATÓPICA (primeira consulta)

“Parar de comer glúten foi a melhor coisa que eu fiz na minha vida…”

Poucos meses após o nascimento, Luíza começou a manifestar alergias respiratórias e, aos 2 anos de idade, desenvolveu um quadro grave de dermatite atópica.

Luiza sofreu muito a vida toda… em determinadas ocasiões as dores e as coceiras eram tão insuportáveis que ela ficava enlouquecida e pedia a Deus para morrer…

Depois de consultar dezenas de médicos e se submeter a quase todos os tratamentos convencionais disponíveis, ela já não tinha mais nenhuma expectativa de levar uma vida normal.

Felizmente, pesquisando na Internet, ela assistiu a alguns depoimentos dos nossos pacientes e suas esperanças se renovaram.  Ela mostrou os vídeos para a sua mãe, marcou uma consulta em Campinas e decidiu eliminar o glúten da sua alimentação enquanto aguardava a data agendada.

A princípio, sua mãe foi contra a retirada do glúten sem uma orientação especializada. No entanto, em apenas 3 semanas a pele de Luíza melhorou 90% e, ao ver os resultados da dieta ela assim se manifestou:

“Em 25 anos é a primeira vez que a minha filha parou de se coçar! Literalmente, ela nunca mais se coçou! Eu estou em estado de graça”.
–Ivana (mãe)


Muitos ainda criticam veementemente o nosso trabalho, simplesmente porque preconizamos uma dieta sem glúten.

Porém, essa conduta está alicerçada em farta literatura científica internacional, bem como centenas de casos clínicos como esse da Luíza.

Estamos plenamente convencidos da importância dessa medida terapêutica e defendemos humildemente a nossa posição compartilhando a seguinte mensagem:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *