DANILO E JOÃO – PSORÍASE E ARTRITE PSORIÁSICA

“Pai e filho com a mesma doença e diferentes manifestações clínicas”

Embora Danilo seja filho de João e os dois possuam psoríase, Danilo teve manifestações predominantemente articulares, enquanto que João teve psoríase com as manifestações mais frequentes: lesões na pele, couro cabeludo e nas unhas.

Todas as patologias autoimunes possuem um componente genético. Entretanto, os nossos genes não são necessariamente o nosso destino. Estudos realizados com gêmeos univitelinos demonstram que a genética é responsável apenas por 30% da chance de desenvolvermos uma determinada doença. Os 70 % restantes são atribuídos à epigenética que pode ser definida como os fatores ambientais que determinam a expressão gênica e a manifestação dos sinais e sintomas clínicos.

Ambos tentaram o tratamento convencional durante um longo tempo com reumatologistas de reconhecido prestígio, sem o sucesso esperado.

Há 1 ano eles abandonaram o tratamento convencional e passaram a se tratar exclusivamente com protocolo da vitamina D e uma dieta sem glúten. Nesse período eles evoluíram muito bem, com exceção de um episódio em que ambos ingeriram pães durante uma viagem e os seus sinais e sintomas voltaram a se manifestar: Danilo apresentou inchaço e dores articulares, enquanto que João voltou a apresentar lesões dermatológicas nos cotovelos, estabelecendo uma nítida relação de causa e efeito do glúten com a psoríase.

Nos últimos anos compartilhamos dezenas de casos clínicos em que a vitamina D em altas doses e a retirada do glúten exerceram um efeito sinérgico fundamental para o sucesso terapêutico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *