PAULO ROBERTO – PSORÍASE e ARTRITE PSORIÁSICA


“As minhas dores sumiram em 30 dias.”

Paulo recebeu o diagnóstico de psoríase há 10 anos.

Apresentava importantes lesões na pele, nas unhas e, mais recentemente, inflamação nas articulações.

Durante todos esses anos recebeu o tratamento convencional, porém a doença continuou evoluindo e comprometeu significativamente a sua qualidade de vida.

Há 4 meses ele descobriu na internet o nosso tratamento pela Internet e veio nos consultar em Campinas.

Prescrevemos vitamina D em altas doses e uma rigorosa dieta sem glúten e, em apenas 30 dias, o prurido e as dores articulares começaram a regredir.

Hoje Paulo já se livrou de quase todos os sinais e sintomas da doença e está extremamente feliz. Ele sabe que o glúten não fará mais parte da sua vida, no entanto, essa restrição alimentar é um sacrifício muito pequeno comparado com os enormes benefícios de livrar-se de uma doença tão penosa e estigmatizante.

Certamente a vitamina D em doses hiperfisiológicas e a eliminação completa do glúten tóxico em breve será a terapêutica de eleição no tratamento de todas as doenças autoimunes.

Essa verdadeira revolução terapêutica de baixo custo, destituída de efeitos colaterais e extremamente eficiente, vai aliviar o sofrimento de milhões de pacientes ao redor do mundo.

DANILO E JOÃO – PSORÍASE E ARTRITE PSORIÁSICA

“Pai e filho com a mesma doença e diferentes manifestações clínicas”

Embora Danilo seja filho de João e os dois possuam psoríase, Danilo teve manifestações predominantemente articulares, enquanto que João teve psoríase com as manifestações mais frequentes: lesões na pele, couro cabeludo e nas unhas.

Todas as patologias autoimunes possuem um componente genético. Entretanto, os nossos genes não são necessariamente o nosso destino. Estudos realizados com gêmeos univitelinos demonstram que a genética é responsável apenas por 30% da chance de desenvolvermos uma determinada doença. Os 70 % restantes são atribuídos à epigenética que pode ser definida como os fatores ambientais que determinam a expressão gênica e a manifestação dos sinais e sintomas clínicos.

Ambos tentaram o tratamento convencional durante um longo tempo com reumatologistas de reconhecido prestígio, sem o sucesso esperado.

Há 1 ano eles abandonaram o tratamento convencional e passaram a se tratar exclusivamente com protocolo da vitamina D e uma dieta sem glúten. Nesse período eles evoluíram muito bem, com exceção de um episódio em que ambos ingeriram pães durante uma viagem e os seus sinais e sintomas voltaram a se manifestar: Danilo apresentou inchaço e dores articulares, enquanto que João voltou a apresentar lesões dermatológicas nos cotovelos, estabelecendo uma nítida relação de causa e efeito do glúten com a psoríase.

Nos últimos anos compartilhamos dezenas de casos clínicos em que a vitamina D em altas doses e a retirada do glúten exerceram um efeito sinérgico fundamental para o sucesso terapêutico.

IVONE – PSORÍASE e ARTRITE PSORIÁSICA


“Os médicos sempre me disseram que Psoríase não tem cura, mas eu fiquei boa e sinto vontade de falar para todo mundo que psoríase tem cura sim! Basta procurar o tratamento com o Protocolo da Vitamina D!”

 

Há 4 meses, Ivone compareceu para uma consulta em Campinas, encaminhada pelo Dr. Marco Antônio, um médico que possuía um problema semelhante e que foi solucionado com vitamina D e dieta sem glúten.

Ivone já sofria de psoríase há 20 anos, porém, o seu quadro se agravou muito há 3 anos com o aparecimento da artrite psoriásica.

ivoneInterrompemos o tratamento convencional, instituímos o Protocolo da Vitamina D e, em apenas 4 meses, ela livrou-se das dores articulares e das lesões de pele que tanto a atormentavam!

Ivone lamenta não ter conhecido esse tratamento há mais tempo, pois muito sofrimento poderia ter sido evitado. Hoje ela está muito bem: não sofre mais dores, voltou a praticar esportes vigorosos e fez questão de gravar um depoimento com o objetivo exclusivo de ajudar milhares de pacientes que estão padecendo desnecessariamente por causa da PSORÍASE, uma patologia autoimune que ainda não tem cura, MAS JÁ POSSUI SOLUÇÃO!

MENINO DE 12 ANOS – PSORIASE

Uma criança (como tantas outras), portadora de uma doença grave… e o depoimento de uma mãe (como tantas outras), eternamente agradecida aos médicos que abraçaram o Protocolo da Vitamina D!

Em 2014, um menino com 10 anos de idade começou a apresentar extensas lesões dermatológicas que coçavam dia e noite sem parar. Os pais o levaram a uma dermatologista em São Paulo que fez o diagnóstico de psoríase e iniciou o tratamento convencional. Mas, infelizmente, o tratamento não deu certo e as lesões alastraram, acometendo 95% da pele e do couro cabeludo.

henriqueDurante 2 anos eles consultaram diversos médicos que receitaram quase todos os medicamentos disponíveis (com exceção dos biológicos) sem sucesso – psorex, acicretina, metotrexato e ciclosporina, entre outros.

Felizmente, uma dentista comentou com os pais da criança a respeito do tratamento com a Vitamina D e eles nos procuraram em Campinas.

Suspendemos os medicamentos convencionais e lhes asseguramos que, em pouco tempo, seu filho iria se livrar dessa doença! E, graças a Deus, foi exatamente o que aconteceu.

Por questões particulares, a identidade dessa família precisa ser mantida em sigilo.

Embora não possamos ver a sua face enquanto ela fala, o seu depoimento não ficou nem um pouco prejudicado, pois as suas comoventes palavras vieram do fundo do seu coração…